Soni Esteves foi distinguida com Prémio Literário Ilídio Sardoeira

A autora Soni Esteves, nome literário de Maria da Conceição Esteves Silva, de 61 anos, Professora, foi a vencedora da II edição do Prémio de Literatura Infantojuvenil Ilídio Sardoeira. No passado dia 2 do corrente mês de dezembro, em cerimónia restrita, recebeu das mãos do presidente da União de Freguesias de Amarante o prémio correspondente.

Foi igualmente apresentado o livro que resultou do conto “A Casa da Avó”, cuja escolha mereceu decisão unânime do Júri, presidido pelo escritor António Mota, com ilustração da amarantina Joana Antunes.

Em circunstâncias normais, sem os constrangimentos impostos pela pandemia do Covid-19, esta cerimónia teria decorrido num espaço maior e com grande número de convidados, tal como aconteceu no ano anterior, no Externato de Vila Meã.

Sobre a premiação da sua obra “A Casa da Avó”, refere a autora: “Ser distinguida com este Prémio é para mim uma dupla festa, a primeira já a vivi enquanto escrevia um conto que reflete um pouco do meu sentir sobre Amarante, a segunda vivi-a no momento em que me foi anunciada a distinção”.

GALERIA