Escuteiros do Porto percorreram Marão - “Tudo ao Monte e Fé em Deus”

Tudo ao Monte e Fé em Deus, atividade regional de referência para escuteiros caminheiros, trouxe à cidade de Amarante e às fraldas do Marão, entre os dias 7 e 10 de dezembro, cerca de 140 caminheiros, entre os 18 e os 22 anos e 30 dirigentes, disponíveis a abraçar uma viagem física e espiritualmente exigente.

Promovida pela Junta Regional do Porto, através da equipa regional pedagógica de caminheiros e companheiros, a atividade contou com o apoio da União de Freguesias de Amarante.

Durante o fim-de-semana prolongado, os caminheiros, oriundos de Agrupamentos de Escuteiros da Região do Porto, foram distribuídos por quatro Clãs e viveram o mote “O Cume da Verdade”, inspirados pelo livro “O cavaleiro da armadura enferrujada”, onde os participantes foram convidados a buscar a sua liberdade, o seu sentir existencial.

Em dois dias, quase duas centenas de escuteiros caminharam cerca de 40 quilómetros, sempre à chuva. O objetivo para os jovens escuteiros, que se encontram na última etapa de progresso, seria o de trilhar um caminho que se pretendeu ser de autoconhecimento, de encontro com a verdade escrita em cada um, substituindo a armadura enferrujada por uma couraça da Justiça, a armadura de Deus, assumindo o ideal do Homem-Novo.

Numa colaboração com o Instituto da Conservação da Natureza e das Floresta e o Gabinete Técnico Florestal da Câmara Municipal de Amarante, o grupo realizou uma ação de reflorestação e de limpeza de espécies invasoras numa área ardida em 2014.

Para além das atividade na Serra, o grupo esteve em comunhão com a comunidade paroquial de S. Gonçalo e S. Veríssimo, animando a eucaristia de domingo.

“Estou certo que foi uma atividade que os marcou, é notório o entusiasmo deles, saem daqui bastante animados e isso é muito importante, sobretudo depois de terem superado dificuldades, percorrido percursos na montanha com a adversidade da chuva”, considerou Hugo Carvalho, chefe da Junta Regional do Porto.

“Nas diversas atividades desenvolvidas pelo Agrupamento, a Junta de Freguesias de Amarante é, quase sempre, um parceiro essencial. João Carvalho, chefe do agrupamento anfitrião, realçou o apoio da junta na realização desta atividade.

“A Junta cedeu-nos as suas instalações na sede da União de Freguesias e também na Madalena para que pudéssemos pernoitar assim como nos disponibilizou a sua carrinha para o que foi preciso”.

João Carvalho afirma que a colaboração e proximidade que mantêm com a Junta “é uma mais-valia para o Agrupamento, é um apoio importante”.